Ótimo. É exatamente por isto que nós implementamos as políticas de saída.

Cada relé do Tor tem uma política de saída que especifica qual tipo de conexões de saída são permitidas ou negadas por aquele relé. As políticas de saída são propagadas para os clientes Tor através do diretório, assim clientes irão automaticamente evitar escolher relês de saída que recusariam-se "sair" para a destinação pretendida por eles. Desta maneira, cada relé pode decidir os serviços, hospedagens e redes que querem permitir conexões para, baseado no potencial de abuso e sua própria situação. Leia a postagem do suporte sobre problemas que você pode encontras se você usar a política de saída padrão e então leia as dicas do Mike Perry para executar um nós de saída com o mínimo de preocupação.

A política padrão de saída permite acesso para vários serviços populares (ex.: navegar na web), mas restringe alguns devido o potencial de abuso (ex.: email) e alguns desde que a rede Tor não consiga lidar com o carregamento. Você pode mudar a sua política de saída editando seu arquivo torrc. Se você quer evitar a maioria, senão todo o potencial abuso, configure-o para "rejeitar :". Esta configuração significa que seu relé será usado para retransmissão de tráfego dentro da rede Tor, mas não para conexões para websites externos ou outros serviços.

Se você autoriza qualquer conexão de saída, tenha certeza que a resolução de nomes funciona (isto é, que seu computador pode resolver os endereços de Internet corretamente). Se existirem qualquer recursos que o seu computador não pode alcançar (por exemplo, você está atrás de um firewall restritivo ou filtro de conteúdo), por favor, explicitamente rejeite eles na suas política de saída caso contrário usuários do Tor também serão impactados.