Não há nada que os desenvolvedores do Tor possam fazer para rastrear usuários da rede Tor. As mesmas proteções que impedem as pessoas más de quebrar o anonimato do Tor também nos impedem de descrobrir o que está acontecendo.

Alguns fans sugeriram que nós redesenhassemos Tor para incluir uma backdoor. Existem dois problemas com essa ideia. Primeiro, isto tecnicamente enfraquece muito o sistema. Ter uma maneira central de ligar usuários com suas atividades é um prato cheio para todos os tipos de invasores; e os mecanismos de política necessários para garantir um tratamento correto dessa responsabilidade são enormes e não resolvidos. Segundo, as pessoas más não irão ser pegas por isso de qualquer maneira, visto que elas irão usar outros meios para garantir seu anonimato (roubo de identidade, comprometer computadores e usa-los como pontos de acesso, etc).

Isto no fim significa que é responsabilidade dos donos de site protegerem-se contra comprometimento e problemas de segurança que podem vir de qualquer lugar. Isto apenas faz parte de se inscrever para os benefícios da Internet. Você deve estar preparado para proteger-se contra maus elementos, de onde quer que eles venham. Rastreamento e aumento da vigilância não são a resposta para prevenir abusos.

Mas lembre, isso não significa que o Tor é invulnerável. Técnicas tradicionais de polícia ainda podem ser muito efetivas contra o Tor, como investigar meios, motivos e oportunidade, entrevistar suspeitos, análise de estilo de escrita, análises técnicas do conteúdo em si, operações coordenadas, toques de teclado e outras investigações físicas. O Projeto Tor também esta feliz por trabalhar com todo mundo incluindo a polícia para treiná-los em como usar o software Tor para de maneira segura conduzir investigações ou atividades anônimas online.